• Laila Oliveira

Insegurança para o vendedor que aceita pagamento de sinal após financimento bancário

Surgiu para você uma proposta de compra do seu imóvel em que o pagamento seria em parte financiamento bancário e a outra com recursos próprios do comprador? Esse tipo de proposta é bem comum no mercado imobiliário, mas o alerta de hoje é para os casos em que o comprador propõe o pagamento dos valores de recursos próprios após o registro do contrato de financiamento bancário.


Essa negociação requer atenção e cautela, visto que com o registro do contrato de financiamento bancário junto ao Cartório de Registro de Imóveis a propriedade do imóvel é transferida ao comprador, ou seja, o vendedor não será mais considerado proprietário do bem objeto da negociação.


Outro ponto importante a ser destacado é o fato de que nos contratos de financiamento bancário constam cláusulas em que o vendedor da total e plena quitação ao comprador, independente do instrumento particular realizado entre as partes, o que em caso de não pagamento dificulta ou até mesmo impede a cobrança.


Para uma negociação segura o o comprador que utilizar como parte de pagamento recursos próprio, deve pagar esse valor antes da assinatura e registro do contrato de financiamento bancário, para então somente após o pagamento ser transferida a propriedade ao mesmo.

Web design por Nourish Conteúdo Visual